Primeiros passos

Quando praticamos Zazen completamente entregues, deixando de lado todos os assuntos, nós transcendemos os limites dos julgamentos sentimentais sobre delusão e iluminação.
Não somos enredados na dicotomia entre os caminhos de sábios ou pessoas comuns, e imediatamente caminhamos além das classificações, em grande despertar.
Dogen Zenji

Você não deveria menosprezar o seu primeiro passo no caminho espiritual. Ele é, talvez, o mais importante, e não deveria ser dado assim de qualquer jeito, displicentemente.

Por favor, esteja bem atento, presente, consciente, de coração, dando o seu primeiro passo no Zen. Isto é muito importante! Eu gostaria que vocês todos vissem que, no fundo, este singelo e pequeno ‘primeiro passo’ já encerra em si mesmo todo o caminho.

Se você der um passo na direção certa, com uma orientação adequada, rumo ao Buda e ao Darma verdadeiros, na verdade, você ‘já chegou’. Caminhar em direção ao Buda verdadeiro é já tê-lo encontrado!

Se a viagem será longa ou curta, não faz diferença! Qual a pressa? Caminhando assim, estaremos serenos, nosso andar respeitará nosso próprio ritmo. Seremos gentis com nossos pés, com nosso corpo e mente.

Tudo isto permitirá que fiquemos atentos e receptivos para desfrutar todas as maravilhas da paisagem que se descortina a cada novo passo. Por isso, às vezes digo que andar bem o caminho é mais importante do que ‘chegar’.

Quando você andar assim, vai perceber que cada passo no Zen é sempre o primeiro passo…

Moriyama Roshi – Primeiros Passos no Zen